terça-feira, 10 de março de 2009



“O amor não acaba nós é que mudamos,
o que acaba são algumas de nossas expectativas e desejos, que são substituídos por outros no decorrer da vida.



As pessoas não mudam na sua essência, mas mudam muito de sonhos,

mudam de pontos de vista e de necessidades,

se nada muda dentro de você, o amor que você sente, ou que você sofre,

tbm não muda.


O amor não acaba, apenas sai do centro das atenções.


O tempo desenvolve nossas defesas, nos oferece outras possibilidades e a gente avança porq é da natureza humana avançar.


Não é o sentimento que se esgota, somos nós que ficamos esgotados de sofrer,

ou esgotados de esperar,

ou esgotados da mesmice.

Paixão termina, amor não.

Amor é aquilo que a gente deixa ocupar todos os nossos espaços,

enquanto for bem-vindo, e q transferimos p/ o quartinho dos fundos quando não funciona mais, mas que nunca expulsamos definitivamente de casa.”


E eu continuo amando ...