segunda-feira, 6 de dezembro de 2010

Qual a sua preocupação ?

“Olhai para as aves do céu, que não semeiam, nem ceifam, nem ajuntam em celeiros; e vosso Pai celestial as alimenta. Não valeis vós muito mais do que elas?” (Mateus 6:26)



“Você se preocupa com dinheiro? Nós devemos ser cuidadosos com dinheiro, mas Jesus ensinou que não deve ser essa a nossa maior preocupação. Quando você se oferece totalmente para Deus, não deve se preocupar com as necessidades de sua vida. Deus assume, pessoalmente, a responsabilidade por sua comida e roupas. Em relação às nossas necessidades de alimentação, Cristo apontou para as aves. Isso não significa que conseguiremos tudo de que necessitamos sem fazer nada.

As aves devem ciscar e procurar comida. Porém, elas não se preocupam com isso. Jesus nos instruiu a buscar em primeiro lugar o Seu reino e, assim, teremos também roupa, comida e bebida. Pense da seguinte forma: Se você centralizar sua vida em bens materiais, poderá perdê-los ou eles farão você se perder, perdendo, desta maneira, as bênçãos de Deus. Mas, se você centralizar sua vida em Deus, submetendo-se à Sua vontade, todas essas coisas serão acrescentadas.”


Deixamos de desfrutar as maravilhas de Deus pelo excesso de preocupação com as coisas terrestres. Falta-nos confiança, falta-nos ousadia, falta-nos a coragem de crer que o Senhor está controlando tudo que se refere ao nosso bem-estar.

A nossa preocupação deve se restringir ao nosso relacionamento com o Senhor. Não queremos nos afastar de Sua presença. Não devemos ignorar os Seus ensinamentos. Não podemos achar que somos capazes de resolver todos os problemas sem Sua ajuda. Não encontraremos a alegria verdadeira longe de Seus cuidados. Se queremos nos preocupar, portanto, que seja com a nossa intimidade com Deus.

Dinheiro, sucesso, conforto, felicidade, tudo isso conseguiremos se a nossa preocupação estiver centralizada em Jesus. Ele disse: “Pedi e dar-se-vos-á”. Por que, então, a nossa ansiedade? Para que estamos nos preocupando?


Texto de : Reflexões Cristã.

sexta-feira, 3 de dezembro de 2010

Alegria sem Limite.



“Em tudo dai graças; porque esta é a vontade de Deus em Cristo Jesus para convosco”

(1 Tessalonicenses 5:18).

                  


Uma família se sentou à mesa, em determinada manhã, para tomar o café. Como era costume, o pai fez a oração de agradecimento pelo alimento, pedindo a Deus que abençoasse o que estavam comendo. Logo a seguir, porém, como era seu mau costume, começou a murmurar sobre os tempos difíceis e as lutas pelas quais estavam passando. Reclamou da péssima comida que eram forçados a comer, da forma como ela era preparada e muito mais. Sua filha pequena, interrompendo-o, falou: “Pai, você acha que Deus ouviu o que disse há alguns minutos atrás”? ”Certamente”, respondeu o pai com ar confiante de um bom instrutor. ”E Ele ouviu o que você disse sobre o café e o que comemos com ele”? ”Claro” o pai respondeu, mas não com tanta confiança como antes. Então, sua pequena filha perguntou novamente: ” Então, pai, em qual de suas duas palavras Deus acreditou”?


Será que temos o mesmo hábito ruim do homem de nossa ilustração? Ou confiamos em Deus ou não confiamos. Não podemos agradecer por Seus cuidados e por suas bênçãos e continuar reclamando de tudo e de todos. Ou a nossa fé está firmada no Senhor, crendo que todas as coisas cooperam para o nosso bem ou precisamos rever a nossa conversão e o que é, de fato, real em nossa vida espiritual.

Quando o Senhor Jesus está em nossos corações, toda a nossa vida é repleta de prazer. Alegramo-nos tanto quando passamos por momentos de grandes vitórias e fartura como quando enfrentamos fracassos e escassez. A nossa felicidade não depende do muito ou do pouco, de bonança ou de batalhas, de glórias ou anonimato, mas simplesmente de ter Jesus como Senhor e Salvador de nossas almas.

O Senhor é a nossa alegria. Glórias a Ele por tudo!


Texto de : Reflexões Cristã

terça-feira, 30 de novembro de 2010

O tonhe humano

Leia Mateus 9.35-38




[Jesus] se dirigiu a seus discípulos: A seara na verdade é grande, mas os trabalhadores são poucos. Rogai, pois, ao Senhor da seara que mande trabalhadores para a sua seara • Mateus 9.37-38

Minha horta precisava ser capinada. Recentemente comprei uma ferramenta que prometia facilitar essa tarefa. No início, fique encantado, porque não tinha de me curvar muito. Mas, ao trabalhar muito perto das plantas com minha nova ferramenta, acidentalmente cortei algumas. No final, tive que me ajoelhar e puxar as ervas daninhas à moda antiga. Outras vezes, até precisei tirar minhas luvas.

Essa experiência fez-me lembrar de nosso trabalho na igreja. Sempre parece haver algum novo programa para lidar com diversas situações. Mas isso não substitui nosso envolvimento pessoal. Caso contrário, às vezes podemos nos esquecer de que estamos servindo a pessoas e não a situações; as pessoas precisam de um toque humano e de uma palavra amável. As pessoas necessitadas querem se sentir valorizadas e saber que não são apenas mais um número.

Ainda uso minha ferramenta para arrancar algumas ervas daninhas, mas, quando elas estão muito próximas às plantas, fico satisfeito em poder sujar minhas mãos.

Deus criador, ajuda-nos a reconhecer-Te nas pessoas que estão à nossa volta e ensina-nos a servir uns aos outros por meio da Tua graça. Em nome de Jesus. Amém.

As pessoas apenas precisam de um toque humano, não apenas de um programa ou uma política de ação.
para que possamos retirar as ervas daninhas de nossas vidas.


Texto de:
W. LEON MCBRIDE (GEÓRGIA, EUA)

terça-feira, 23 de novembro de 2010

O orgulho nos derrota !

“Nada façais por contenda ou por vanglória, mas com humildade cada um considere os outros superiores a si mesmo” (Filipenses 2:3).




Dois gansos, ao iniciar sua migração anual de outono, encontraram uma rã que pediu que a levassem com eles para o sul. Os gansos, desejando atender a vontade da rã, pediram que ela arrumasse uma forma de ser conduzida por eles. A rã apresentou um talo longo de grama e os dois gansos o tomaram, cada um em uma ponta, enquanto a rã o agarrava, no centro, com sua boca. Dessa forma, os três seguiram viagem, com sucesso, em direção ao sul. Alguns homens, que se encontravam trabalhando em terra, notaram o fato e, com admiração, comentaram ruidosamente: “Quem teria imaginado algo tão inteligente?” A rã, cheia de vanglória, abriu a boca para dizer que havia sido ela, mas, logo que soltou o talo, caiu e se fez em pedaços, ao bater violentamente no solo. (J. Gilmour)


A vaidade tem sido a causa de muitas de nossas decepções.


Cremos que somos melhores, mais competentes e superiores àqueles que estão ao nosso redor. Achamos defeito em tudo e em todos, concluindo, logo a seguir, que poderíamos fazer o mesmo de maneira muito melhor.


Quando somos humildes em nossas atitudes, os aplausos e elogios nos enchem de felicidade. Quando somos arrogantes e orgulhosos, muitas vezes os aplausos não aparecem e mergulhamos em profunda decepção e angústia. É melhor não esperar nada e receber tudo do que esperar tudo e não receber nada.


De que vale o orgulho? Se agimos com amor, ele vem de nosso Deus. Se a nossa vida brilha, a luz vem do alto, do nosso Pai celestial. Se as nossas palavras impressionam, toda a sabedoria vem de Cristo, que no-la deu graciosamente.


A vaidade pode nos levar à morte espiritual; a humildade nos conduz a Cristo e à vitória.


Texto tirando de estudo cristão.

Homens com comportamentos de Meninos

Homens infantis; famílias problemáticas !








“Os opressores do meu povo são crianças, e mulheres dominam sobre ele; ah, povo meu! Os que te guiam te enganam, e destroem o caminho das tuas veredas.”


Hoje, mais do que nunca “questões culturais” têm sido consideradas responsáveis por uma série de implicações na família e com efeito direto sobre a sociedade. Por exemplo, um estudo realizado pela Universidade de Columbia mostrou que os filhos criados apenas pela mãe achavam-se em melhores condições do que aqueles que tiveram um pai indiferente em casa. O descaso paterno em relação à família é uma praga que corrói a sociedade como câncer.


Os sociólogos afirmam que a indiferença paterna é fruto da imaturidade dos homens. Milhões de crianças que estão crescendo sem o cuidado dos pais se tornarão um problema no futuro. Quando um homem se comporta como criança, a primeira coisa que faz é forçar a esposa a agir como se fosse sua mãe. A infantilidade do homem começa a criar problemas seríssimos de relacionamento íntimo dele para com a esposa, normalmente ele se põe a culpar a mulher, acusando-a de frigidez, ou dizendo que ela não o compreende. Porém a verdade é que ela o entende bem demais. A maior evidencia hoje que aponta para essa postura, ou seja, para indicar uma “postura infantil” num homem é a compulsão pela pornografia.


O homem infantil é, na verdade um homem imaturo. A maturidade não vem à medida que envelhecemos, mas sim, quando passamos a aceitar a responsabilidade por nossos atos. Ser capaz de superar os erros é um indicativo de maturidade; mas viver no erro, ou conviver com ele, é uma estupidez e criancice.


Hoje, com a Internet, o envolvimento de homens imaturos com a pornografia tem se agravado ainda mais. O conteúdo erótico veiculado na rede é hoje tão comum, que já está se tornando um estilo de vida. Os valores da geração passada foram derrubados por uma mentalidade e uma conduta típicas de uma cultura que trata a perversão e a pornografia como aceitáveis. Então é possível entender como que a sociedade aceita passivamente propagandas do tipo da vovozinha que estimula a neta a uma vida promíscua. Uma senhora com aquela idade deveria estar levantando a bandeira da ética, moral, bons costumes, mas, infelizmente já está corroída e carcomida pelo pecado a tal ponto de não somente praticá-lo, mas também propagandeá-lo como algo de somenos importância. Também é possível entender como advogados, magistrados, estadistas – que deveriam acima de tudo defender a sociedade em justiça, já começam defender comportamentos claramente condenáveis pelo Senhor, aliás, comportamentos tais que esfacelam cada dia mais a família e por conseqüência, a sociedade.


Provérbios 14:14 afirma: “O infiel de coração dos seus próprios caminhos se farta”. O fato de estes indivíduos religiosos participarem de maneira indiferente do que realmente significa uma vida cristã…realmente amar a Cristo, o Ungido de Deus, Aquele que nos comprou por altíssimo preço…então Deus permite que eles encontrem alegria e satisfação fora da comunhão com o Senhor. (Romanos 1).


Os cidadãos de hoje, imersos num sistema cultural que tem trocado o caráter pelo que é material e passageiro, estão semeando vento e vão colher tempestade. Ao votarem para os mais elevados cargos administrativos, escolhem candidatos que não tem compromisso com a honestidade, a justiça e nem com os valores morais e éticos; homens pobres de caráter. Lembram-se da assustadora votação que o Clodovil obteve ?


O mundo está sendo preparado para aceitar o anticristo, e essa realidade é geral.


Se em algum momento houve necessidade de homens se agarrarem ao que a Palavra de Deus diz e se posicionarem ao lado de Cristo, esse momento é agora !


O exemplo dos três rapazes hebreus nos ensina que nosso compromisso com Deus sobressai, quando nos levantamos em meio a uma multidão que se prostrou ao mundo.


A hora da decisão se aproxima !
Você vai se prostrar ?
Ou tomará uma posição de peito aberto ao lado de Cristo ?




Esta mensagem foi baseada no livro: Homens ao máximo, de Edwin Louis Cole. p. 148-154.


By : Vilson Ferro Martins

segunda-feira, 8 de novembro de 2010

Não temas !

Isaías 41:10-13- Não temas, porque eu sou contigo; não te assombres, porque eu sou teu Deus: eu te esforço, e te ajudo, e te sustento com a destra da minha justiça.



Porque eu, o Senhor teu Deus, te tomo pela tua mão direita, e te digo: Não temas, que eu te ajudo.


Isaías 43:13- Ainda antes que houvesse dia, eu sou; e ninguém há que possa fazer escapar das minhas mãos: operando eu, quem impedirá?


Jeremias 23:29- Não é a minha palavra como fogo, diz o Senhor, e como um martelo que esmiúça a penha?


Daniel 11:32- E aos violadores do concerto ele com lisonjas perverterá, mas o povo que conhece ao seu Deus se esforçará e fará proezas


Mateus 16:18- ...e sobre esta pedra edificarei a minha igreja, e as portas do inferno não prevalecerão contra ela;


Mateus 19:26- E Jesus, olhando para eles, disse-lhes: Aos homens é isso impossível, mas a Deus tudo é possível.


Marcos 9:23- Ao que lhe respondeu Jesus: Se podes! Tudo é possível ao que crê.


Marcos 10:9 - Portanto, o que Deus ajuntou não separe o homem.


Lucas 10:19- Eis que vos dou poder para pisar serpentes e escorpiões, e toda a força do inimigo, e nada vos fará dano algum.


João 10:10- O ladrão não vem senão a roubar, a matar, e a destruir: eu vim para que tenham vida, e a tenham com abundância.


João 11:25-26,40- Disse-lhe Jesus: Eu sou a ressurreição e a vida; quem crê em mim, ainda que esteja morto, viverá; E todo aquele que vive, e crê em mim, nunca morrerá. Crês tu isto?


Disse-lhe Jesus: Não te hei dito que, se creres, verás a glória de Deus?


João 16:33- Tenho-vos dito isto, para que em mim tenhais paz; no mundo tereis aflições, mas tende bom ânimo, eu venci o mundo.


Romanos 8:18,31,37- Porque para mim tenho por certo que as aflições deste tempo presente não são para comparar com a glória que em nós há de ser revelada.


Que diremos pois a estas coisas? Se Deus é por nós, quem será contra nós? Mas em todas estas coisas somos mais do que vencedores, por aquele que nos amou.


I Coríntios 10:4-5- Porque as armas da nossa milícia não são carnais, mas sim poderosas em Deus, para destruição das fortalezas; destruindo os conselhos, e toda a altivez que se levanta contra o conhecimento de Deus, e levando cativo todo o entendimento à obediência de Cristo;


Efésios 3:20- Ora, àquele que é poderoso para fazer tudo muito mais abundantemente além daquilo que pedimos ou pensamos, segundo o poder que em nós opera,


Efésios 6:12- Porque não temos que lutar contra a carne e o sangue, mas sim contra os principados, contra as potestades, contra os príncipes das trevas deste século, contra as hostes espirituais da maldade, nos lugares celestiais.


Filipenses 4:13- Posso todas as coisas naquele que me fortalece.


Hebreus 6:13-18- Porque, quando Deus fez a promessa a Abraão, como não tinha outro maior por quem jurasse, jurou por si mesmo,


Dizendo: Certamente, abençoando te abençoarei, e multiplicando te multiplicarei.


E assim, esperando com paciência, alcançou a promessa.


Pelo que, querendo Deus mostrar mais abundantemente a imutabilidade do seu conselho, aos herdeiros da promessa, se interpôs com juramento; Para que por duas coisas imutáveis, nas quais é impossível que Deus minta, tenhamos a firme consolação, nós, os que pomos o nosso refúgio em reter a esperança proposta;


I João 3:8- Quem comete o pecado é do diabo; porque o diabo peca desde o princípio. Para isto o Filho de Deus se manifestou: para desfazer as obras do diabo.


I João 4:4- Filhinhos, sois de Deus, e já os tendes vencido; porque maior é o que está em vós do que o que está no mundo.


I João 5:4- Porque todo o que é nascido de Deus vence o mundo; e esta é a vitória que vence o mundo, a nossa fé.

sexta-feira, 5 de novembro de 2010

Ajudando a Vencer



Certa vez, em uma das provas das Olimpíadas Especiais, nos Estados

Unidos, nove participantes, todos com deficiência mental ou física,

alinharam-se para a largada da corrida dos 100 metros rasos.

Ao sinal, todos partiram, não exatamente em disparada, mas com vontade de dar o melhor de si, terminar a corrida e ganhar.

Todos, com exceção de um garoto, que tropeçou no asfalto, caiu rolando e começou a chorar.

Os outros oito ouviram o choro.



Diminuíram o passo e olharam para trás.

Então eles viraram e voltaram. Todos eles.

Uma das meninas, com Síndrome de Down, ajoelhou e deu um beijo no garoto, dizendo:

- Pronto, agora vai sarar.

E os nove competidores deram os braços e andaram juntos até a linha de chegada.

O estádio inteiro levantou e os aplausos duraram muitos minutos.

E você?

Tem voltado para ajudar os outros a vencer?

quinta-feira, 4 de novembro de 2010

Palco ou túmulo ?

Texto de : Paulo Barbosa



“Mas, quando isto que é corruptível se revestir da incorruptibilidade, e isto que é mortal se revestir da imortalidade, então se cumprirá a palavra que está escrito:




Tragada foi a morte na vitória” (1 Coríntios 15:54).


O cômico Woody Allen disse certa vez: “Eu não quero alcançar a imortalidade por meu trabalho. Eu quero alcançar a imortalidade… não morrendo.” O que significa isso? Somos nós imortais porque há pessoas que gostam de nós e se lembrarão sempre do fato de termos andado aqui nesse “vale de lágrimas” ou somos imortais porque Cristo venceu, para sempre, a morte?


Há pessoas que procuram, com grande ardor, alcançar destaque e notoriedade durante todos os dias de sua vida. Lutam incessantemente para ganhar muito dinheiro, esforçam-se para que seus nomes figurem entre os mais bem-sucedidos e dignos de serem lembrados, almejam que sejam vistos como alguém que passou pela estrada da vida deixando rastros que não serão apagados. Desejam ser imortalizados por seus grandes feitos.


Um dia o palco onde atuaram estará vazio… e seus túmulos?


É claro que todos queremos viver de maneira tal que sejamos úteis e amados por aqueles que nos conhecem. Mas qual o propósito real? A vaidade de um reconhecimento acompanhado de aplausos ou o júbilo de saber que através de nossas atitudes estamos louvando e glorificando o nome do Senhor Jesus Cristo? Aqueles que confiam suas vidas a Deus também terão de se encontrar um dia com o Senhor. O palco de suas vidas estará igualmente vazio… e seus túmulos?


Cristo voltará para buscar os que Lhe abriram o coração.


Chamará a todos os filhos de Deus pelo nome, um por um. Ele os receberá com muito amor e carinho. Para cada um Ele dirá:


“Vinde, benditos de meu Pai”. E todos entrarão no gozo do Senhor. Os palcos de suas vidas estarão vazios… e seus túmulos também. Estarão na presença do Senhor… para sempre!

quarta-feira, 20 de outubro de 2010

A Gripe Suina ESPÍRITUAL .

Olá ! Achei este texto um espetaculo e gostaría que todos pudessem ler.
Fiquem atentos !



A gripe Suina ESPÍRITUAL


 ...contagiosa, afeta cada vez mais as pessoas, destrói famílias, amizades, relacionamentos, esperanças, sonhos, fé, amor, respeito.




“Com anda a vida...?” Se você responder sinceramente, pode dizer: “Mais ou menos...”, com voz e coração fracos. Mas fracos de quê?


Como não professo qualquer religião que cultue ou repudie animais, seja para o convívio, seja para alimentação, aparentemente não haveria como dar forma ao título acima.


Curiosamente, porém, é possível estabelecer um elo entre esta epidemia assustadora e a nossa realidade interior – motivo de maior preocupação ainda.


A gripe que está atacando muitos países possui sintomas, debilita as pessoas e causa - em várias ocasiões - a morte, pois deriva de um vírus contagioso provavelmente advindo de mutações diante das quais nossas defesas naturais não são eficientes, nem suficientes.


Seus efeitos estão sendo analisados, bem como as causas e, estou certo, os cuidados médicos e as pesquisas farmacêuticas farão dela uma simples lembrança, dentro de pouco tempo.


Infelizmente existe uma outra enfermidade - bem mais antiga, que parece estar se tornando mais sutil e letal com o passar dos séculos. Refiro-me à doença da alma, uma febre que pode resultar até em morte eterna.


Se você acha que tal consideração é um exagero, uma abstração, mera fantasia religiosa, atente para a forma na qual Deus dá início ao livro do profeta Isaías:


Por que seríeis ainda castigados, se mais vos rebelaríeis? Toda a cabeça está enferma, e todo o coração fraco.


Desde a planta do pé até a cabeça não há nele coisa sã, senão feridas, contusões e chagas podres, não espremidas, nem atadas, nem amolecidas com óleo.(Isa 1:5-6).


O vírus que causa essa doença se chama pecado, e seus sintomas são o ódio, a amargura, a violência, desonestidade, falta de perdão, insensibilidade para com milhares que padecem necessidade enquanto outros esbanjam e vivem como reis.


Ela é contagiosa, afeta cada vez mais as pessoas, destrói famílias, amizades, relacionamentos, esperanças, sonhos, fé, amor, respeito.


Para nossa felicidade, o Senhor, logo após identificar o mal, oferece a receita de CURA, que, em resumo, surge da sua mão e está à disposição de todos que desejarem respeitar sua orientação, quando diz:


Praticai o que é reto, ajudai o oprimido. Fazei justiça ao órfão, tratai da causa das viúvas.


Vinde então, e argüi-me, diz o Senhor: Ainda que os vossos pecados sejam como a escarlata, eles se tornarão brancos como a neve (Isa 1:17-18).

quinta-feira, 30 de setembro de 2010

Quem você esta imitando ?


Virou normalidade em nosso meio ver jovens influenciados fortemente pela mídia. O deus desse mundo exerce uma forte influência através de Bandas de Rock’s, Novelas, Filmes, entre muitos artifícios para que as pessoas banalizem alguns comportamentos que não condizem com a palavra de Deus, que tudo vire uma normalidade.


Assim fez também a serpente com a Eva , influenciou para que ela comece do fruto da arvore. Mas olhem que interessante após a serpente ter tentado Eva, ela teve a seguinte reação :

Quando a mulher viu que a árvore parecia agradável ao paladar, era atraente aos olhos e além disso desejável para dela obter discernimento, tomou do seu fruto, comeu-o e o deu a seu marido que comeu também” (Gênesis 2:6)

Vamos ver em detalhes e comparar com nossos dias atuais. Primeiramente diz: “…. Quando a mulher viu que a árvore parecia agradável ao paladar …”, notem comigo, a palavra parecia, ou seja, ela tinha consciência que poderia ser apenas aparência, e a fruta corria o risco de ser ruim. Logo depois fala “… era atraente aos olhos e além disso desejável para dela obter discernimento”. Percebem que nos dias atuais ainda há uma ligação muito forte com esse versículo, vejam que Eva foi seduzida pelo que os seus olhos viam e além disso desejou obter discernimento. Hoje acontece a mesma coisa, os jovens primeiramente vêem algo que possa ser legal como por exemplo fazer parte da turma da popularidade da escola , e são atraídos por verem que possa ser legal, além disso desejam obter algo, no caso a popularidade. Além disso, são tão corrompidos por esses pensamento que “ dão” esses frutos a outra pessoa, ou seja, assim como Eva, comeu o fruto e deu também ao seu marido, os jovens influenciam a outros jovens para seguir o mesmo caminho.

Infelizmente isso não só acontece com os jovens do mundo mas também no meio Cristão. E então eu te pergunto: Qual está sendo a sua influência na vida de outras pessoas ? Você tem influenciado as pessoas serem como os famosos, que se vestem legal, tem um comportamento rebelde, ou você , tem influenciado as pessoas serem como você seguidor de Cristo?

Sede meus imitadores, como também eu o sou de Cristo. ( 1 Corintios 11:1)

A sua vida deve ser um exemplo para todos os que te cercam. Primeiramente você deve ser como Cristo, e para que você tenha o mesmo caráter dEle é necessário dedicação e principalmente praticar a palavra de Deus.

Há um jovem na bíblia que nos ensina muito. Olha o que Paulo fala para Timóteo :

“ Ninguém o despreze pelo fato de você ser jovem, mas seja um exemplo para os fiéis na palavra, no procedimento, no amor, na fé e na pureza” ( I Timóteo 4:11)

Percebem que não adianta você ser somente um jovem que vai de sábado e domingo na igreja.O que importa é que você seja um exemplo em todas as essas coisas, “… na palavra, no procedimento ( olha a prática dos ensinamentos), no amor, na fé e na pureza”

Quando você possui um comportamento assim, você não precisará ficar falando para as pessoas : “ Siga o meu exemplo , porque eu sou imitador de Cristo” Não amados ! Quando você tem um comportamento desses, você sem perceber é um exemplo para muitos, e eles ficaram incentivados para ter as mesmas qualidades que você tem em Cristo.

Por isso seja um Exemplo de Jovem, não pelo o que você veste, nem pela marca da camisa que você usa, mas sim pelo caráter de Cristo que atua em sua vida. E assim sem perceber, você será um canal de benção para que muitos jovens, conheçam a plenitude da comunhão com Cristo !

“Atente bem para a sua própria vida e para a doutrina, perseverando nesses deveres, pois agindo assim, você salvará tanto a si mesmo, quanto aos que o ouvem” ( I Timóteo 4:16)

Texto tirado de : Estudo Cristão 2007/08

terça-feira, 21 de setembro de 2010

A paz que o mundo procura

A necessidades do mundo moderno: a paz. Entre os vários textos que abordam esse tema, na Palavra de Deus, encontra-se o verso sétimo do quarto capítulo de Filipenses, que afirma que “a paz de Deus, que excede todo entendimento guardará o vosso coração e a vossa mente em Cristo Jesus”. Ou seja, a paz sobrenatural, que vem do céu e não pode ser fornecida pelos homens, protegerá os nossos sentimentos e as nossas emoções, livrando-nos da ansiedade.




Há uma corrida pela paz na sociedade contemporânea. Nestes dias atribulados em que vivemos a paz é almejada em todas as camadas sociais e faixas etárias. Motivos não faltam para a ausência de paz: da educação dos filhos aos índices da bolsa de valores e sua importância para o investidor, o mundo vê-se envolto em situações que comprometem o sono tranquilo.

Há também (infelizmente) muita gente procurando a paz em coisas e lugares errados. É possível que muitos dos que tenham enveredado para o caminho das drogas o tenham feito, pensando na sensação de uma vida sem problemas. E não deve ser incomum, tampouco, a busca da alegria em uma garrafa de uísque, por exemplo. O problema não está em se divertir, mas em que os sentimentos de satisfação proporcionados por esses artifícios não são duradouros e não podem trazer paz.
De fato, a diversão e a paz não têm relação entre si. A diversão nos proporciona momentos de descontração e alegria, ao passo que a paz é uma condição. É como se a paz fosse um alicerce, no qual uma pessoa que a possui se mantivesse igualmente sustentada em qualquer circunstância, por certo incluindo os momentos de contentamento, mas independente deles.
Essa comparação está sendo feita com o intuito de ajudá-lo a analisar os fatos. É importante que você pare, por um momento, e reflita em como anda a sua vida e se, realmente, há paz no seu coração. Depois, visa-se esclarecer-lhe que essa condição de paz somente pode ser encontrada em Deus. A paz pertence a ele e, portanto, somente ele poderá transferi-la, reparti-la ou mesmo retê-la.
Mas, claro, nada o impede de reivindicá-la para você e isso é muito fácil: basta que, com sinceridade de coração, você a peça, e será sua imediatamente. O mais difícil, muitas vezes, é a nossa própria resistência em admitir que não somos suficientes para nos fazer felizes. Mas, se você conseguir enxergar que Deus o criou para viver a plenitude da existência, vença o orgulho e não perca tempo. A paz pode ser sua e é de graça.

Texto tirado de http://www.boladeneve.com/

quinta-feira, 16 de setembro de 2010

Confiança até que ponto ?


O que é confiança pra você ?
Confiança pra você será que é orar e mesmo assim ficar reclamando de que a benção não chega ?
Confiança pra você será que é, entregar sua vida para Deus e não deixar Ele agir na sua vida ?
Confiança pra você será que é se desesperar em meio a tribulação ?
Confiança pra você será que é chorar e desistir de um sonho ?
Confiança pra você será que é não falar de Deus por achar que não esta preparado para o tal ?
Confiança pra você será que é agradecer a Deus pelas minimas coisas ?
Confiança pra você será que é viver perante a vontade de Deus sem murmurar ?
Confiança pra você será que é passar pela tribulação sem reclamar e louvando a Deus ?

E ai, você confia em Deus ?

Contam que um alpinista, desesperado por conquistar uma altíssima montanha, iniciou sua escalada depois de anos de preparação. Como queria a glória só para si, resolveu subir sem companheiros.

Durante a subida foi ficando tarde e mais tarde, e ele para ganhar tempo decidiu por não acampar, sendo que continuou subindo... e por fim ficou escuro.
A noite era muito densa naquele ponto da montanha, e não se podia ver absolutamente nada. Tudo era negro, visibilidade zero, a lua e as estrelas estavam encobertas pelas nuvens.
Ao subir por um caminho estreito, a apenas poucos metros do topo, escorregou e precipitou-se pelos ares, caindo a uma velocidade vertiginosa.

O alpinista via apenas velozes manchas escuras pagando por ele e sentia a terrível sensação de estar sendo sugado pela gravidade. Continuava caíndo... E em seus angustiantes momentos, passaram por sua mente alguns episódios felizes e outros tristes de sua vida.
Pensava na proximidade da morte, sem solução... De repente, sentiu um fortíssimo solavanco, causado pelo esticar da corda na qual estava amarrado e presa nas estacas cravadas na montanha.
Nesse momento de silêncio e solidão, suspenso no ar, não havia nada que pudesse fazer, então gritou com todas as suas forças:
MEU DEUS, ME AJUDA !!!


De repente, uma voz grave e profunda vinda dos céus lhe respondeu:
QUE QUERES QUE EU TE FAÇA?

Salva-me meu DEUS!!!

REALMENTE CRÊS QUE EU POSSO SALVÁ-LO?

- Com toda certeza Senhor !!!

ENTÃO CORTA A CORDA NA QUAL ESTÁS AMARRADO...

Houve um momento de silêncio. Então o homem agarrou-se ainda mais fortemente à corda..

PORQUE DUVIDAS? NÃO CRÊS QUE SOU DEUS E POSSO SALVA-LO?

Sim Senhor, mas...

SE CRERES VERÁS A GLÓRIA DE DEUS, CORTA A CORDA!!!
Conta a equipe de resgate, que no outro dia encontraram o alpinista morto, congelado pelo frio, com as mãos agarradas fortemente à corda...
A APENAS DOIS METROS DO SOLO...

E você? Cortaria a corda ?

Até que ponto você confia em Deus ?


Devemos, diariamente exercitar nossa confiança em Deus lembrando-nos sempre que “O Senhor nosso Deus nos segura pela mão e nos diz: Não temas, Eu te ajudo” Isa. 41:13

quarta-feira, 15 de setembro de 2010

Vidão !

O SENHOR é a minha força e o meu escudo; nele confiou o meu coração, e fui socorrido; pelo que o meu coração salta de prazer, e com o meu canto o louvarei.

Salmos 28:7



   A vida é muito boa, quando se resume em alegria, felicidades, paz, saúde, prosperidade...
Mas o incrível é saber que tem pessoas que nunca tiveram oportunidade de sentir alegria de verdade, ou paz.. As pessoas estão acostumadas e satisfeitas com a alegria passageira, com felicidades que duram meros dias, mas não conhecem a alegria de verdade, aquela alegria vindo do céu, aquela paz que nos invade, e a felicidade que nos faz querer sair pulando e abraçando a todos com um amor sem igual.
  Se você esta triste, PARE ! Veja o dia que Ele preparou pra você ! Se você esta chorando, triste, "Os que semeiam em lágrimas segarão com alegria. Salmos 126:5"

Não se acostume com uma falsa alegria ou a felicidades momentânea, abra seu coração para que Deus possa te mostrar o verdadeiro caminho e fazer de você uma pessoa melhor. Viva cada segundo que Deus tem preparado para você. Deixa Ele transformar sua vida em um vidão !

Na verdade, na verdade vos digo que vós chorastes e vos lamentareis, e o mundo se alegrará, e vós estareis tristes; mas a vossa tristeza se converterá em alegria.

João 16:20

sexta-feira, 3 de setembro de 2010

O amor do Papai

Mas ele foi ferido por causa das nossas transgressões, e moído por causa das nossas iniqüidades; o castigo que nos traz a paz estava sobre ele, e pelas suas pisaduras fomos sarados.

Isaías 53:5



Não sabemos o valor disso, muitas vezes esquecemos do tão magnífico puro amor que Ele tem por nós, morreu na cruz e foi ferido, humilhado, e tudo isso por amor.

Conversando com um amigo, tivemos a conclusão que não somos merecedores de tamanho amor, somos falhas, pecadores, impuros, e Deus com seu grande amor, nos deu livre arbítrio para que pudéssemos fazer o que quisermos, e com isso acabamos nos esquecendo de confiar e descansar nEle. Reclamos quando algo acontece e culpamos Deus por tal coisa, julgamos Deus como se fossemos merecedor de poder julgar alguém e não percebemos que o verdadeiro “culpado” fomos nós mesmos, por nossas escolhas. Devemos ser como Jesus, ter o mesmo tratamento com o Pai como Ele teve com Deus, Ele era filho, e foi obediente, descansou e confiou, Ele amava Deus e assim sendo amava os filhos de Deus, (I João 2:06) Aquele que diz que está nele, também deve andar como ele andou. (I João 4:20, 21) Se alguém diz: Eu amo a Deus, e odeia a seu irmão, é mentiroso. Pois quem não ama a seu irmão, ao qual viu, como pode amar a Deus, a quem não viu? E dele temos este mandamento: que quem ama a Deus, ame também a seu irmão.

Se tivermos um relacionamento intimo e sincero com o Papai, seremos diferente, não só em nossas atitudes, mas também nossos pensamentos, deixemos Deus agir em nossas vidas, fazendo com que não nós, mas sim Ele viva em nós !

Particularmente gosto muito de uma música que diz : Existe um lugar Senhor, no centro da Tua vontade , existe um lugar, feito só pra mim.. Sei que muitos vão dizer que há outro lugar melhor, mas não há lugar de honra maior que o Teu altar. Tomo minha cruz, e sigo a Ti, Jesus.

Devemos estar no centro da vontade de Deus e amá-lo em primeiro lugar e as demais coisas , na minha opinião, são apenas demais coisas (...)

segunda-feira, 30 de agosto de 2010

Galhos secos ..

Romanos 8:28 E sabemos que todas as coisas contribuem juntamente para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que são chamados segundo o seu propósito.



Certo dia , um forte vendaval varreu a tal cidade ..
A poeira rodopiava, galhos tremiam e se sacudiam ao vento.


Mais tarde, quando apanhavam os pedaços de madeira deixados na rua pelo temporal, foi observado com surpresa que os galhos que pegavam estavam secos e mortos.

Nenhum dos pedaços tinham folhas verdes.
Obviamente, os fragmentos caídos não tinham vida e eram inúteis para a árvore.

Então, recordei-me das muitas vezes que Deus tem permitido que minha vida fosse sacudida e golpeada pelas circunstâncias, às vezes parece que o meu ser foi desafiado e ameaçado pelos ventos da adversidade.

Este pensamento me ocorreu:
“Será que Deus estava permitindo que eu fosse agitada e sacudida para lançar fora as coisas inúteis da minha vida? Seria possível que, o que parecia ser uma grande perda, seria realmente o modo de Deus lançar fora de minha vida todo galho seco e imprestável?”

Existem bençaos de Deus que nos chegam, às vezes, estilhaçando vidraças.

E sabemos que todas as coisas cooperam para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que são chamados segundo o seu propósito.

Boa semana !

segunda-feira, 23 de agosto de 2010

Animar-te a viver

Uma lagrima sobre o travesseiro.Pensamentos sombrosos. Decisões e duvidas. Olhar perdido, voz apagada. O que é que acontece? É importante admitir: As palavras se tornam escuras quando a carga se faz pesada.


Escrevo isso para animar-te a viver . Sim, leia bem: “Animar-te a viver”

Se diz muito sobre a vida, mas no entanto muitos poucos chegam a entender- e desfrutar- o que ela significa.

Porque viver é amar, é o sentido afetivo. O amor é uma decisão, os sentimentos são gratos, mas visitantes casuais que vem e que vão, ele é o transcurso de nossa existência.

Porque viver é sonhar, Ir mais além dos limites de nossa realidade, do que vêem os nossos olhos físicos. É alistar as atitudes, domar os pensamentos, e desenrolar a fé suficiente para alcançar o impossível

Porque viver é perdoar, outra definição da palavra é “liberdade”. Liberação de rancor, de recordação amarga, e liberdade para o individuo perdoado chegue ao acordo de uma mudança.

Porque viver é transcender, entender que somos responsáveis pela herança- material e imaterial- que herdarão as gerações seguintes. É saber que nosso presente determina nosso futuro. É compreender, finalmente, que nosso trânsito pelo mundo é passageiro e que, tarde ou logo, deixaremos nossos “ trajes” terrenos para encontrarmos com nosso Criador.

Paulo escreveu: “ Pois os nossos sofrimentos leves e momentâneos estão produzindo para nós uma glória eterna que pesa mais do que todos eles. Assim fixamos os olhos, não naquilo que se vê, mas no que não se vê , pois o que se vê é transitório, mas o que não se vê é eterno. ( 2 Corintios 4.17-18)

“Uma ótima semana !!”

sexta-feira, 20 de agosto de 2010

Não adianta fugir ..

Deus também ‘procura’ os fugitivos. Ele não abre mão de ninguém. Há momentos difíceis na vida, pelos quais se é levado a pensar em fugir, a querer estar bem longe, distante de tudo e de todos.




Muitos, quando confrontados com alguma adversidade, não conseguem encarar o problema de frente. Pensam imediatamente em uma forma de escapar daquela situação sem ter que enfrentá-la. A Bíblia relata vários exemplos de fugitivos, daqueles que tentaram fugir da presença do Senhor. Um deles foi Jonas.

Deus havia mandando Jonas ir até a cidade de Nínive para que ele clamasse por ela, porque a maldade daquela cidade havia subido ao Senhor. Porém, a Bíblia diz que Jonas levantou-se a fim de fugir de diante da face do Senhor para Társis (Jn. cap. 1) Assim como Jonas, muitos são os “fugitivos”, muitos são os que tentam escapar dos olhos do Senhor. Contudo, não há como se ausentar da sua presença. E para os que tentam fazê-lo, Deus tem algo especial, pois o Senhor também tem um compromisso com aquele que é “fugitivo”.

Esse algo especial está no fato de que mesmo que alguém desista de enfrentar os problemas, tente queimar etapas, cortar caminhos para sair mais rápido, Deus vai “procurar” este “fugitivo” e a vida dele só terá continuidade se ele começar tudo de novo. Não adianta fugir de Deus, quem tentar fazê-lo terá que recomeçar tudo novamente. É assim que Deus faz com aqueles que fogem dos compromissos com o Pai. Ele não abre mão de ninguém, nem mesmo daqueles que querem escapar dele. No caminho de Deus, não existem trilhas que cortam caminhos, é preciso enfrentar o problema, é preciso vencer os conflitos na força do Senhor. O caminho de Deus é reto, é definido, não há como pular degraus, não adianta pular situações e fingir que elas não existem. É por meio das lutas que se aprende a prosseguir. Deus permite algumas delas para que vidas sejam treinadas, moldadas e com isso preparadas para exercer aquilo que ele quer que se exerça.

Não há como ser bem sucedido fugindo das situações, não há como ser treinado se não enfrentar de frente os obstáculos. Não existe outro caminho. De Deus não se pode fugir. Muitos tentam fugir de alguém, passam até pelo outro lado da rua só para não ter que cumprimentá-lo. Isso de nada adiantará, um dia essas pessoas vão se ‘esbarrar’ e terão que olhar olho no olho. De Deus não se consegue esconder nada. Nem a teimosia, o nervosismo, o mau caratismo, a infidelidade, a inveja, a cobiça… É importante que cada pessoa se coloque no centro da vontade de Deus, sem tentar escapar, sem tentar fugir ou burlar o caminho proposto por ele.

Quando se tenta fugir de Deus, a vida é afetada, não há como prosseguir. Por isso é preciso olhar para Jesus, é preciso seguir os seus passos, pois assim se chegará a vitória. “Para onde me irei do teu Espírito ou para onde fugirei da tua face? Se subir ao céu, tu aí estás; se fizer no Seol a minha cama, eis que tu ali estás também. Se tomar as asas da alva, se habitar nas extremidades do mar, ainda ali a tua mão me guiará e a tua destra me susterá.” (Sl. 139.7-10.)

terça-feira, 17 de agosto de 2010

Preparação e Capacidade..

“A mim me veio, pois, a palavra do SENHOR, dizendo:


Antes que eu te formasse no ventre materno, eu te conheci, e antes que saísses da madre, te consagrei e te constituí profeta as nações.

Então, lhe disse eu: ah! SENHOR Deus! Eis que não sei falar, porque não passo de uma criança.

Mas o SENHOR me disse: Não digas: não passo de uma criança, porque a todos a quem eu te enviar irás; e tudo quanto eu te mandar falarás.

Não temas diante deles, porque eu sou contigo para te livrar, diz o SENHOR.

Depois estendeu a mão, e tocou-me na boca, e o SENHOR me disse: Eis que ponho na tua boca as minhas palavras.

Olha que hoje te constituo sobre as nações e sobre os reinos, para arrancares e derribares, para destruíres e arruinares e também para edificares e plantares.”

Jeremias 1 :4-10.

Esses versículos relatam o chamado de Deus para Jeremias. Jeremias foi escolhido antes mesmo que fosse formado no ventre da sua mãe, para levar a palavra do Senhor a um povo que adorava outros deuses e “obras de suas próprias mãos” (v. 16,17). Jeremias relutou diante do chamado de Deus mostrou se sentir incapaz, ainda como ma criança, dizendo com verdade, que não saberia o que falar. Porém o SENHOR foi bem claro quando disse que o capacitaria, e o prepararia, para isto e ainda que estaria ao seu lado o tempo todo dando sustento. Ele não devia temer, pois o SENHOR era com ele. Assim também é em nós. Como Jeremias o SENHOR nos escolheu ( Salmos 139: 13-18) antes mesmo de nos formar na barriga da nossa mãe, Ele sonhou conosco, nos amou, e fez planos perfeitos para nossa vida, pois ELE é um Deus perfeito! Muitas vezes quando ouvimos a voz do SENHOR nos chamando para algo, também nos sentimos despreparados ou incapaz; Devemos então nos lembrar neste momento que quem nos capacita e prepara é o SENHOR, se ELE nos chamou, não devemos nos sentir como crianças, pois Ele sabe de TODAS as coisas, e é bem ali mesmo que começa a nossa transformação em adultos.

Jeremias foi obediente a voz de Deus, assim como ele devemos obedecer a voz do SENHOR, sem questionamentos, Ele se alegra com um coração obediente. Se ELE mandar, faça! Ele nos consagrou para um fim especial, consagrar significa ser “Separado por Deus”; Ele nos escolheu, separou-nos, abençoou, ungiu para sermos usados para honra e glória do nome dELE! Aleluiiias, porque o SENHOR quer nos usar, somos boca dELE aqui na terra.

Porém Deus só usa vazo cheio amados! Que nós possamos estar nos esvaziando de nós mesmo, e clamando ao SENHOR, para nos encher do Espírito Santo de Deus, e assim sermos um vazo cheio usado pelo SENHOR, pois dELE vem toda capacidade e preparação.

“ EU é que sei que pensamento que tenho a vosso respeito, diz o SENHOR, pensamento de paz e não de mal, para vos dar o fim que desejais”

Jeremias 29:11

quinta-feira, 12 de agosto de 2010

Você é especial !


Você pode ter defeitos, viver ansioso e ficar irritado algumas vezes, mas não se esqueça de que sua vida é a maior empresa do mundo.


Só você pode evitar que ela vá à falência. Há muitas pessoas que precisam, admiram e torcem por você. É importante que você sempre se lembre de que ser feliz não é ter um céu sem tempestades, caminhos sem acidentes, trabalhos sem fadigas, relacionamentos sem decepções. Ser feliz é encontrar força no perdão, esperança nas batalhas, segurança no palco do medo, amor nos desencontros. Ser feliz não é apenas valorizar o sorriso, mas refletir sobre a tristeza. Não é apenas comemorar o sucesso, mas aprender lições nos fracassos.
 
Não é apenas ter júbilo nos aplausos, mas encontrar alegria no anonimato. Ser feliz é reconhecer que vale a pena viver, apesar de todos os desafios, incompreensões e períodos de crise.


Ser feliz é deixar de ser vítima dos problemas e se tornar autor da própria história. É atravessar desertos fora de si, mas ser capaz de encontrar um oásis no profundo da sua alma. É agradecer a Deus a cada manhã pelo milagre da vida. Ser feliz é deixar viver a criança livre, alegre e simples que mora dentro de você. É ter maturidade para falar: “eu errei”. É ter ousadia para dizer “me perdoe”. É ter sensibilidade para confessar: “eu preciso de você”. Ser feliz é ter a capacidade de dizer “eu te amo”. Desejo que a vida seja um canteiro de oportunidades para você… Que nas suas primaveras você seja amante da alegria. Que nos seus invernos seja amigo da sabedoria.
 
E, quando você errar o caminho, recomece tudo de novo.


Pois assim você será cada vez mais apaixonado pela vida.

E descobrirá que ser feliz não é ter uma vida perfeita, mas usar as lágrimas para irrigar a tolerância. Aproveitar as perdas para refinar a paciência, as falhas para esculpir a serenidade. Usar a dor para lapidar o prazer e os obstáculos para abrir as janelas da inteligência.

Jamais desista de si mesmo. Jamais desista das pessoas que você ama. Jamais desista de ser feliz, pois a vida é um espetáculo imperdível. Porque você, você é especial pra Deus!!!!

terça-feira, 10 de agosto de 2010

Pássaro e a oração...


Você já viu um passarinho dormindo num galho ou num fio, sem cair? Como é que ele consegue isso? Se nós tentássemos dormir assim, iríamos cair e quebrar o pescoço. O segredo está nos tendões das pernas do passarinho. Eles são construídos de forma que, quando o joelho está dobrado, o pezinho segura firmemente qualquer coisa. Os pés não irão soltar o galho até que ele desdobre o joelho para voar. O joelho dobrado é o que dá ao passarinho a força para segurar qualquer coisa. É uma maravilha, não é?


Que desenho incrível que o Criador fez para segurar o passarinho! Mas, não é tão diferente em nós. Quando nosso “galho” na vida fica precário, quando tudo está ameaçado de cair, a maior segurança, a maior estabilidade nos vem de um joelho dobrado, dobrado em oração.

Se você algumas vezes, se vê num emaranhado de problemas que o fazem perder a fé, desanimar de caminhar; não caminhe mais sozinho, Jesus quer fortalecê-lo e caminhar consigo por toda sua vida! É Ele quem renova suas forças e sua fé, e se cuida de um passarinho, imagina o que não fará por você Seu filho amado, basta você CRER!

”Se permanecerdes em mim e as minhas palavras permanecerem em vós, pedires o que quiseres e vos será feito” Jô 15:7

”Lançai sobre Ele toda a vossa ansiedade, porque Ele tem cuidado de vós” 1 Pe 5:7

quinta-feira, 5 de agosto de 2010

Os bons olhos...


Um homem morava no deserto e tinha quatro filhos ainda adolescentes.
Querendo que seus filhos aprendessem a valiosa lição da não precipitação nos julgamentos,
os enviou para uma terra onde havia muitas árvores.
Mas ele os enviou em diferentes épocas do ano.
O primeiro filho foi no inverno, o segundo na primavera,
o terceiro no verão e o mais novo foi no outono.
Quando o último deles voltou, o pai os reuniu e pediu que relatassem o que tinham visto.
O primeiro filho disse que as árvores eram feias, meio curvadas, sem nenhum atrativo.
O segundo filho discordou e disse que na verdade as árvores eram muito verdes e cheias de brotinhos, parecendo ter um bom futuro.
O terceiro filho disse que eles estavam errados, porque elas estavam repletas de flores, com um aroma incrível e uma aparência maravilhosa.
Já o mais novo discordou de todos e disse que as árvores estavam tão cheias de frutos que até se curvavam com o peso, passando a imagem de algo cheio de vida e substância.
Aquele pai então explicou aos seus filhos adolescentes que todos eles estavam certos.
Na verdade eles viram as mesmas árvores em diferentes estações daquele mesmo ano.
Ele disse que não se pode julgar uma árvore ou pessoas por apenas uma estação ou uma fase de sua vida.
Ele explicou que a essência do que elas são, a alegria, o prazer, o amor, mas também as fases aparentemente ruins que vêm daquela vida só podem ser medidas no final da jornada quando todas as estações forem concluídas.
Se você desistir quando chegar o “inverno”, você vai perder as promesas da primavera, a beleza do verão e a plenitude do outono.
Não permita que a dor de apenas uma “estação” destrua a alegria de todas as outras. Não julgue a vida por apenas uma fase.
Persevere através dos caminhos dificultosos, e épocas melhores virão com certeza!
Viva de forma simples, ame generosamente, importe-se profundamente, fale educadamente…
E deixe o restante com Deus!
A felicidade mantém você doce.
Dores mantêm você humano.
Quedas te mantêm humilde.
Sucesso te mantém brilhando.
Provações te mantêm forte.
Mas, somente Deus te mantém prosseguindo!

segunda-feira, 2 de agosto de 2010

Compromisso

“Não temas, porque eu te remi; chamei-te pelo teu nome, tu és meu” (Isaías 43:1).



“Menos de dez por cento dos americanos são cristãos verdadeiramente comprometidos com Cristo”, diz o pesquisador George Gallup, que acrescenta que estas pessoas “são muito mais felizes que o resto da população”. “Os cristãos comprometidos, disse Gallup , “são mais tolerantes que a maioria dos americanos, mais envolvidos em atividades caridosas e são totalmente comprometidas com oração”.

“Muitos outros americanos, além desses dez por cento, professam ser cristãos”, continua Gallup, “porém, pouco ou nada sabem sobre vida cristã e agem do mesmo modo que os não cristãos.”

No Brasil, temos muitos ateus que usam expressões como “graças a Deus” e muitos religiosos que ignoram completamente a Deus e Sua Palavra. Muitos de nós, infelizmente, vamos à igreja, cantamos hinos, batemos palmas durante as reuniões, carregamos uma Bíblia debaixo do braço, mas, ao sair do templo, mostramos que não estamos comprometidos com o Senhor e envergonhamos a Deus em nosso procedimento.

Quando abrimos nossos corações para Cristo, recebendo-O como Senhor e Salvador de nossas vidas, estamos dizendo que não pertencemos mais a este mundo, que passamos a ser cidadãos dos Céus, que fomos transformados e que o nosso prazer, a partir daquele momento, é louvar e adorar Àquele que perdoou os nossos pecados e nos fez novas criaturas.

O nosso compromisso não é mais com a mentira, nem com os enganos deste mundo, nem com o “vale tudo para alcançar os meus objetivos”. Meu compromisso passa a ser com a santidade, com a verdade, com uma vida espiritual brilhante, com a proclamação do Evangelho.

Eu quero ser contado como um dos comprometidos inteiramente com Deus. E você?

sexta-feira, 30 de julho de 2010

Lições que devemos aprender ..

José do Egito é um exemplo bíblico de vitória, pois foi um homem que seguiu os planos de Deus e triunfou.José foi filho de Jacó com Raquel.Conforme a Bíblia, era o filho preferido de Jacó. Penso que a vida de José tem muito a ensinar aos jovens crentes de hoje.


O nome de José em hebraico Yoseph significa que Ele (Deus) adiciona (filhos). Depois de vendido como escravo pelos irmãos para o Egito foi injustamente acusado e posteriormente elevado ao posto de governador. Foi instrumento de Deus para a preservação da vida do seu povo.

Morreu aos 110 anos e foi embalsamado segundo o costume dos egípcios. Teve dois filhos Efraim e Manassés, cujas tribos também são conhecidas por “casa de José”. Recebeu a benção de Jacó (Gn 49.22-26) e Moisés (Dt 33.13-16).

LIÇÕES QUE APRENDEMOS COM JOSÉ




1.Não existe terreno estéril quando é Deus quem planta.

(1) Plantado na casa de Potifar (2) Plantado no cárcere (3) Plantado no Palácio

2.Não é o ambiente que faz a pessoa, mas a pessoa cheia do Espírito Santo que faz o ambiente.

(1) Vendo Potifar que o Senhor era com Ele… No trabalho, na escola, na sociedade, o mundo precisa ver marcas de Deus em nós (Gn. 39:3).

(2) Influenciando e não sendo influenciado (Gn. 39:7,8).

(3) A expectativa de Deus a nosso respeito no mundo. José sabia que Deus esperava muito dele (Gn. 39:9).

3. Não basta sonhar (Gn. 37:19),é preciso não desistir dos sonhos.

Entre sonhar e a realização deste sonho,existem caminhos de provas a serem percorridos, onde etapas não podem ser queimadas. Caminhos pelos quais José passou:

(1) Ele passou pelo caminho da perseguição dentro da própria casa. (Os maiores desafios são os enfrentados dentro da própria casa Gn 37:8)

(2) Ele passou pelo caminho da traição em família. (Foi tratado como coisa Gn. 37:27)

(3) Ele passou pelo caminho da tentação no trabalho. (no melhor momento de sua vida na casa de Potifar, enfrentou a mais perigosa armadilha do diabo Gn. 39:7)

(4) Ele passou pelo caminho da calúnia. (Foi para o cárcere sem dever Gn. 39:14)

(5) Ele passou pelo caminho da ingratidão (Foi esquecido pelo amigo Gn. 40:32).

4. Como dar fruto onde Deus plantar, influenciar e não ser influenciado e vencer provas sem queimar etapas.

Primeiro – Não desista dos seus sonhos. Determinação e persistência são as marcas dos campeões. José não desistiu, mas lutou até o fim.

Segundo – Viva acima da mediocridade, não aceite ser nivelado por baixo. Onde José chegava, era posto em lugar de excelência: na casa de Potifar como mordomo-mor (chefe dos escravos, no meio dos escravos), no cárcere, teve a confiança do carcereiro (chefe dos presos, mesmo no presídio).

Terceiro – viva de tal forma que seus caluniadores e críticos passem por mentirosos. Certamente, Potifar não acreditou em sua mulher. Julgou José apenas para manter sua imagem pública. Se realmente ele tivesse acreditado teria mandado matá-lo, o costume normal da época.

Quarto – Não negocie princípios, honre o nome de Deus e Deus o honrará. José estava numa excelente posição na casa de Potifar. Era administrador de tudo o que ele possuía e ainda podia ter a chance de se deitar com a própria mulher dele (deveria ser linda, já que os comandantes tinham direito de escolherem as mulheres que desejavam).Porém não negociou os princípios de Deus que tinha no coração.

Quinto – Não aceite o ódio definitivo e fatal. José foi odiado em casa, mas Deus mudou a sua história, e aqueles que o odiaram, se reconciliaram e foram recebidos com amor. Deus tem poder para mudar vidas!

Sexto – Não desperdice, não brinque com as oportunidades que Deus lhe dá. Na prisão, José aproveitou a oportunidade da saída do mordomo de faraó e pediu que se lembrasse dele. Quando faraó ofereceu um alto cargo a José, ele não vacilou.

Sétimo – nunca se esqueça, Deus está no controle (Gn. 50:20). José entendeu que em toda a sua trajetória de vida, estavam as mãos de Deus lhe dirigindo.

Oitavo – mantenha o coração protegido com a graça do perdão (Gn. 50:17-21).

quinta-feira, 29 de julho de 2010

Exemplo de Pai

Dia dos Pais esta proximo, achei o texto muito bacana, acredito que todos vão gostar, até mesmo aqueles que não são Pai, pois um dia serão..

Portanto, sede vós perfeitos como perfeito é o vosso Pai celeste. Mateus 5.48 Filhos imitam os pais, no jeito de falar, de andar, de pensar. É preciso que os pais atentem para isto a fim de se constituírem num bom exemplo; assim como as crianças absorvem a boa conduta, também repetem os equívocos. Os pais devem assumir a condição de modelos para os seus filhos, pautando-se pelo exemplo do Pai celestial. Ser pai é ser padrão na palavra e na atitude.




No Pai celestial, encontramos o perdão como algo a ser perseguido pelos pais terrenos. Perdoai-vos mutuamente, caso alguém tenha motivo de queixa contra outrem. Assim como o Senhor vos perdoou, assim também perdoai vós (Cl 3.13).

Outro aspecto a ser imitado é a paciência. Como o Pai celeste é paciente! Paciência para acompanhar uma trajetória de longos anos de formação do caráter e da personalidade. Paciência para suportar traquinagens próprias da infância. Paciência para ensinar as verdades bíblicas que são referência e parâmetros para adolescentes e jovens.

quarta-feira, 28 de julho de 2010

O perfeito

O discípulo não é superior a seu mestre, mas todo o que for perfeito será como o seu mestre.(Lucas 6.40)




Ninguém, absolutamente ninguém, pode ser superior a Jesus; entretanto, todos nós podemos, e devemos, operar em seu nome, os mesmos milagres; na verdade, milagres ainda maiores do que Ele operou quando carne. Repreender todo tipo de mal, curar enfermos, ressuscitar mortos, fazer cegos enxergarem, e muito, mas muito mais; porém, para que isto aconteça, devemos ser perfeitos, como Ele foi, devemos nos livrarmos de toda imundícia e perversões, abandonar as obras da carne, e buscar sempre andar em espírito; fugir dos pecados, e sempre procurar trilhar os mesmos caminhos que Jesus trilhou. Não seremos jamais superiores a Jesus, porém, podemos igualar à forma como Ele andou, basta querermos, e nos limparmos; reconhecer o poder de Deus nas nossas vidas; buscar ser santos, santificando-nos cada dia mais, ouvindo e praticando as ordenanças do Senhor. Ser discípulo é trilhar os mesmos caminhos, é ser aprendiz, é buscar ser igual em tudo, mas principalmente em amor. “Nisto todos conhecerão que sois meus discípulos, se vos amardes uns aos outros.” (João 13.35) É o nosso primeiro dever amar uns aos outros.

“Na verdade, na verdade vos digo que aquele que crê em mim também fará as obras que eu faço e as fará maiores do que estas, porque eu vou para o meu Pai.” (João 14.12) Vejamos que Jesus afirmou de uma forma bem clara, que se verdadeiramente crermos Nele, teremos poder de fazer grandes obras, e se não as estamos fazendo, é porque verdadeiramente não temos fé para praticar os seus mandamentos, não cumprirmos as suas ordenanças, exemplo disto é esta ordenança em que poucos a cumpre. “E disse-lhes: Ide por todo o mundo, pregai o evangelho a toda criatura. Quem crer e for batizado será salvo; mas quem não crer será condenado. E estes sinais seguirão aos que crerem: em meu nome, expulsarão demônios; falarão novas línguas; pegarão nas serpentes; e, se beberem alguma coisa mortífera, não lhes causará dano algum; e imporão as mãos sobre os enfermos e os curarão.”(Marcos 16.15,18) Todos conhecem estes versículos, mas poucos praticam, nas igrejas os citam, mas os próprios pastores não os praticam, mesmo sabendo que são ordenanças, e portanto o nosso dever.

“Este povo honra-me com os seus lábios, mas o seu coração está longe de mim. Mas em vão me adoram, ensinando doutrinas que são preceitos dos homens.” (Mateus 15.8,9) Em outras palavras, falamos demais, cantamos demais, louvamos demais, mas não praticamos a sua palavra, não cumprimos as suas ordenanças, não fazemos os milagres em nome de Jesus, não pregamos o verdadeiro evangelho; em outras palavras, nós não somos discípulos nada, somos somente religiosos, que às vezes achamos que estas ordenanças são prerrogativas de pastores e líderes Cristãos, sendo que muitas das vezes, nem mesmos estes que têm esta obrigação, os pratica, isto porque não buscam ser perfeitos como o nosso Mestre.

terça-feira, 27 de julho de 2010

Seja luz

“Assim resplandeça a vossa luz diante dos homens, para que vejam as vossas boas obras, e glorifiquem a vosso Pai, que está nos céus” (Mateus 5:16).




Anos atrás, quando Robert Moffat estava na África, viajou para uma localidade bem distante no interior. Certo dia ele chegou junto a uma árvore onde havia uma tábua fixada. Nela estava escrito que havia uma escola cristã em uma aldeia próxima. Bastante surpreso por acreditar ser o primeiro homem branco naquela parte da África, dirigiu-se à aldeia.

Aproximando-se do local, encontrou uma pequena menina de cerca de doze anos de idade, a quem disse: “Eu vi uma tábua em uma árvore onde pude ler que havia uma escola cristã aqui nesta aldeia. Poderia me levar até o professor?” A menina abaixou a lustrosa cabeça sem responder. “Você conhece o professor?” perguntou ele. Ela acenou que sim com a cabeça.

“Bem, quem é o professor?” insistiu ele. Levantando então a cabeça, timidamente, ela respondeu: “Eu sou a professora”.

Moffat descobriu que a pequena menina tinha sido levada, certa vez, para uma tribo distante, onde ela ouviu um missionário falar às pessoas sobre o amor de Jesus e havia se tornado, a partir daquele momento, a primeira missionária para sua tribo.

O que leva uma pessoa, mesmo uma pequena menina, a querer falar de Cristo para aqueles que estão ao redor? Certamente que a resposta é a alegria experimentada quando o Senhor entra em seu coração. Nada pode motivar mais o interesse em proclamar o Evangelho de Cristo do que a mudança realizada na vida daqueles que recebem o Seu perdão e a salvação eterna.

Quem poderia desfrutar do amor de Jesus sem compartilhá-lo com os amigos? Quem poderia receber tão grande perdão — o dos pecados — sem querer também perdoar aqueles que lhe ofenderam? Quem poderia ter uma vida abundante com o Senhor sem desejar ardentemente que todos a tenham também?

O lugar onde vive um verdadeiro filho de Deus sempre estará iluminado para todos que dele se aproximam.

quinta-feira, 22 de julho de 2010

A arte de SEMEAR


Um homem morava numa cidade grande e trabalhava numa fábrica. Todos os dias ele pegava o ônibus das 6h15 e viajava cinqüenta minutos até o trabalho…à tardinha fazia a mesma coisa, voltando para a casa.


No ponto seguinte ao que homem subia, entrava uma velhinha, que procurava sempre sentar na janela. Abria a bolsa tirava um pacotinho e passava viagem toda jogando alguma coisa para fora do ônibus.

Um dia, o homem reparou na cena. Ficou curioso. No dia seguinte, a mesma coisa. Certa vez o homem sentou-se ao lado da velhinha e não resistiu:

- Bom dia, desculpe a curiosidade, mas o que a senhora esta jogando pela janela ?
- Bom dia, respondeu a velhinha. – Jogo sementes…
- Sementes ?… Sementes de quê ?
- De flor.
É que eu viajo neste ônibus todos os dias. Olho para fora e a estrada é tão vazia. E gostaria de poder viajar vendo flores coloridas por todo o caminho… Imagine como seria bom.

- Mas a senhora não vê que as sementes caem no asfalto, são esmagadas pelos pneus dos carros, devoradas pelos passarinhos… A senhora acha que essas flores vão nascer aí, na beira da estrada ?

- Acho, meu filho. Mesmo que muitas sejam perdidas, algumas certamente acabam caindo na terra e com o tempo vão brotar.

- Mesmo assim, demoram para crescer, precisam de água…

- Ah, eu faço minha parte. Sempre há dias de chuva. Além disso, apesar da demora, se eu não jogar as sementes, as flores nunca vão nascer.

Dizendo isso, a velhinha virou-se para a janela aberta e recomeçou seu “trabalho”. O homem desceu logo adiante, achando que a velhinha já estava meio “caduca”.

O tempo passou. Um dia, no mesmo ônibus, sentado à janela, o homem levou um susto…

… olhou para fora e viu margaridas na beira da estrada, hortênsias azuis, rosas, cravos, dálias… A paisagem estava colorida, perfumada, linda. O homem lembrou-se da velhinha, procurou-a no ônibus e…nada !

Acabou perguntando para o cobrador, que conhecia todo mundo…

- A velhinha das sementes ? Pois é, morreu de pneumonia, no mês passado…

O homem voltou para o seu lugar e continuou olhando a paisagem florida pela janela, e sentiu uma lágrima correr pelo rosto, e um sorriso desabrochar em sua face…

“Quem diria, as flores brotaram mesmo…”

“Mas, pensando bem, de que adiantou o trabalho da velhinha ? A coitada morreu, e não pode ver esta beleza toda que ela fora responsável…”.

Nesse instante, o homem escutou atrás de si, uma gostosa risada de criança…

Num banco logo atrás, um garotinha apontava pela janela entusiasmada…

- Olha mamãe, que lindo, quanta flor pela estrada… Como se chamam aquelas azuis ?…e as branquinhas ?

Então, o homem entendeu o que a velhinha tinha feito…

Mesmo não estando ali para contemplar as flores que tinha plantado, a velhinha devia estar feliz. Afinal, ela tinha dado um presente maravilhoso para as pessoas.

No dia seguinte, o homem entrou no ônibus, sentou-se numa janela e, com um sorriso maroto nos lábios, tirou um pacotinho do bolso…

quarta-feira, 21 de julho de 2010

O problema da "competição".

”Também vi eu que todo trabalho e toda destreza em obras provêm da inveja que o homem tem do seu próximo. Também isso é vaidade e desejo vão” (Eclesiastes 4:4).




Estava conversando com um amigo, e ele me dizia da sua experiência que teve na tarde daquele dia. ”Eu levei um tremendo susto quando estava parado em um sinal de trânsito. Bem ao meu lado estava um caminhão betoneira. De repente ele começou a andar vagarosamente para a frente, antes do sinal tornar-se verde. Quando eu notei aquele movimento, imediatamente pressionei os freios pensando que meu carro estava se movendo para trás. Eu fiquei bastante assustado. Eu devia ter mantido meus olhos à frente em vez de me distrair olhando para meu vizinho.”

Muitas vezes nós caímos no mesmo erro. Perdemos grandes oportunidades e grandes bênçãos porque nos deixamos distrair olhando para o lado e não para a frente. Nos preocupamos com a vida alheia e deixamos de cuidar de nossa própria vida.

No trabalho nos queixamos de pessoas que produzem menos do que nós, que têm menor capacidade ou que têm um salário maior que o nosso. Nos estudos murmuramos pela atenção demasiada que um professor dá a certo aluno e a indiferença com que nos trata. Na igreja questionamos a posição ocupada por algum irmão quando nos julgamos muito mais preparados do que ele.

Enquanto estivermos nos comparando a outras pessoas, jamais estaremos satisfeitos e nunca seremos felizes.Para cada comparação superada surgirão muitas outras a serem vencidas.

Viveremos em eterna competição. E de que servirá tudo isso?
De nadinha de nada!

Devemos colocar nossos sonhos diante de Deus e nos alegrar por cada realização. Nos regozijar também pelas bênçãos de nossos amigos. Agindo assim, quer a conquista seja nossa ou do nosso próximo, sempre teremos motivos para comemorar e para sermos muito felizes. Yuupiii !


 Abraços,

terça-feira, 20 de julho de 2010


Você entregaria as chaves do seu carro à um desconhecido e permitiria que essa pessoa saísse dirigindo seu carro? Não, naturalmente que não. Óbviu que não.


Você daria o controle de sua conta bancária e cartões de crédito à alguém que você não conhece muito bem? Absolutamente não!

Entretanto, você deixa as pessoas, pessoas que você nem mesmo conhece, tomar controle de algo muito mais valioso do que seu carro ou sua conta bancária – sua atitude.

Pense bem. Quem realmente controla a sua atitude? Quando você deixa sua atitude ser levada pelo que outros dizem e fazem, você está lhes entregando esse controle, e as consequências geralmente não são positivas.

Mantenha sempre em mente que, não importa o que acontecer, você tem o poder de decidir o que pensar e agir. Você pode decidir entre estar distraído ou permanecer atento. Você pode decidir entre ser insultado ou ser alegre. Você pode decidir entre ganhar sem nenhum mérito ou continuar trabalhando na busca de seus objetivos.
A forma como você encara o mundo ao seu redor faz uma enorme diferença na qualidade de sua vida. Então, mantenha o controle de sua atitude, e faça de sua vida o melhor que puder.

segunda-feira, 19 de julho de 2010

você é LIVRE !

Se, pois, o Filho vos libertário , verdadeiramente sereis livres . João 8,36



Lembrei de uma cena de filme ,uma garota estava trabalhando, e em seu trabalho tinha uma super câmara frigorifica para guardar as frutas frescas que vendiam. Na primeira vez em que ela entrou na câmara para buscar algo, estava tão frio que conseguíamos ver a sua respiração no ar gelado, e sua roupa, de repente, pareceu fina como um lenço de papel. Ficou estampado sua ansiedade para voltar ao ar quente. Mas quando ela se virou para sair, não havia maçaneta na porta. Ela começou a entrar em pânico. Ela teve medo de morrer congelada antes que alguém viesse resgata-la. O fabricante da câmara deve ter imaginado essa situação; pois uma placa no lado interno da porta dizia: “Você não está trancado no interior”. Eu, rapidamente, empurrei a porta e saí.
Mais tarde, pensei nas ocasiões em que me senti trancada espiritual ou emocionalmente, sem esperança de conseguir sair. Houve vezes em que me senti deprimida e não queria continuar porque não achava que voltaria a ser feliz. Meses de desemprego começaram a parecer eternos. Sempre que as coisas pareciam sombrias e sem esperança, Deus me lembrava: “Você não está trancada. Eu enviei meu filho, Jesus, para libertá-la”.

Quando confiamos em Deus, oramos e lemos a Bíblia, ganhamos esperança de que as portas se abrirão, a cura virá e nossos corações e mentes serão transformados.

Devemos orar pedindo a Deus para que nos ajude a confiar mais nEle, por mais presos que nos sintamos, devemos lembrar que Ele nos ofereces liberdade e plenitude de vida.

Nenhuma armadilha é tão forte que Deus não nos possa libertar dela.
Por alguém que esteja se sentindo preso numa armadilha da vida.



Você é Livre !

sexta-feira, 16 de julho de 2010

Perfeição


Gente perfeita: Deus não precisa delas. Aliás, nunca precisou, porque elas simplesmente não existem! Quem se acha mais perfeito, mais santo, mais sublime, ainda não descobriu o princípio da sabedoria, que é o temor do Senhor. Quem tem uma visão correta de Deus, também tem uma visão correta de si mesmo. Não há méritos nossos, que tornem Deus nosso devedor. Só há deméritos, e, se o Senhor nos deu algo, foi por Sua imensa graça, compaixão e misericórdia.


Então, o que estamos esperando? Uma suposta perfeição que teremos, quando acontecer isto ou aquilo? Muitos de nós lançam para o futuro a realização de todos os sonhos e a concretização de todos os ideais. Meus amigos, creiam-me: o futuro nunca chegará desse jeito! Porque, quando futuro chegar, já não haverá sentido algum, alegria alguma, razão alguma. Lembro-me de meu avô paterno. Ele guardou em seu baú de madeira, daqueles pesadões e antigos, maços e maços de dinheiro. Dinheiro que nem havia circulado, novinho em folha. Mas era dinheiro de moeda ultrapassada, réis, cruzeiros antigos. Resultado: deixou uma fortuna de nenhum valor! De que vale isso?

“Quem sou eu para pregar o Evangelho, diante de tantos príncipes do púlpito e campeões da oratória?” Houve um tempo que eu pensava assim. Que sou deficiente, imperfeito, muito menos talentoso que a maioria dos pregadores. Conheço as minhas limitações. Mas decidi não levar isso em consideração, e fazer a minha parte, e que Deus me ajudasse, completando aquilo que as minhas limitações não alcançavam. Por isso preguei. E, enquanto ia, Deus foi colocando em meu caminho oportunidades, pessoas, viagens, lugares, conferências, campanhas, visitas, correspondentes, etc. Tudo quanto nos vier à mão para fazer, devemos fazê-lo com todas as nossas forças. Tento fazer isso.

Lembro-me da minha vizinha , a Dna. Mafalda. Ao lado da janela da sala de minha casa há um jardim abandonado. Outrora havia muita coisa mas não tiveram mais tempo de cuidar dele. Quando a Dna. Mafalda chegou, ela simplesmente arou a terra, semeou, transplantou, tirou o mato, regou, cuidou e fez o seu trabalho. Amigos, que colheita! Alface, rúcula, tomate, almeirão, catalonha, couve, cebolinha, orégano, pimenta, capim santo, manjericão, manjerona, etc. Ela não questionou sua imperfeição. Ela simplesmente usou o que tinha. E fez. Li, na internet, que o TITANIC fora construído por experts, e afundou; enquanto que a ARCA fora construída pelo amador Noé, e salvou a humanidade… Eu posso entender muito mais de verduras teoricamente, mas a Dna. Mafalda faz mil vezes mais que eu. E aí? Estamos esperando o que? Peguemos o arado e aremos a terra!
 
“Tenho que me preparar melhor para evangelizar”. Ah, se todo esse suposto preparo que buscamos visasse alguma coisa! Na maioria das vezes isso não passa de uma desculpa para nos manter de boca fechada e descomprometidos com o testemunho àqueles que não são crentes. Os maiores ganhadores de almas são gente simples, às vezes até analfabetas, mas que vão e usam tudo o que têm. Eles vão e fazem. E nós? Curso para abrir a boca? Curso para dizer: “Há um plano de salvação para você”? ”Curso para amar ao pecador?” Já estamos treinados demais, agora é a hora de colocar o time em campo!


Se eu posso, todos podemos. Deus não escolheu as coisas ricas do mundo, mas as loucas, para confundir as sábias. Assim, não nos preocupemos se temos imperfeições; enquanto estamos indo, vamos melhorando. Precisamos agir!

Não esperemos sermos filhos perfeitos, para amar nossos pais e mães. Não esperemos ganhar muito dinheiro, ter uma casa ampla, poder comprar um pomposo presente, levá-los para uma viagem inesquecível, etc. Bastará amá-los, e saberemos fazer o que realmente tem valor: estar com eles, dar e receber afeto e carinho, ouvi-los, conversar com eles, dar-lhes atenção. Outra fábula da internet nos conta de uma criança, que fora à venda comprar um presente para a mãe. Mas o dinheiro era tão pouco, que só dava para comprar uma lembrancinha muito simples. Então o vendeiro disse “quando eu era pequeno, também era pobre e não podia comprar um presente para a minha mãe”, ao que a criança respondeu: “mas nem uma lembrancinha barata como essa?” Pois é. Por não termos muito, não damos nada, e, na verdade, o pouco que temos é tudo o de que necessitamos!

Não planejemos tanta coisa implausível. O começo de um ano é cheio de planos. Propósitos surrealistas, imaginários, impossíveis de serem alcançados. ”Vou ser presidente da América; vou emagrecer 190 quilos; vou falar 60 idiomas”. Na primeira esquina de janeiro já obteremos as frustrações suficientes para lançamos tudo na gaveta. ”O pão nosso de cada dia” é um bom começo: planejar com o que temos. Se não temos um aviãozinho de controle remoto, vamos fazer um de papel, e brincar também. Se não temos um carro “top de linha”, vamos curtir o nosso fuscão preto mesmo [o pretinho básico]. Tem muito fuscão seguindo pela estrada, enquanto os tops de linha aguardam as seguradoras chegarem, para rebocá-los…

O que nos faz seguir não é o que temos, mas o que somos. Se somos motivados, chegaremos e festejaremos. Se somos inseguros, continuaremos a esperar a inalcançável perfeição.

Que tal começar agora?

Agora é a sua vez.

abraços.

quinta-feira, 15 de julho de 2010

Olhando para o alto.

“fitando os olhos em Jesus, autor e consumador da nossa fé”


(Hebreus 12:2).




Um viajante, vadeando a cavalo em certo rio, teve um momento de vertigem e quase caiu da sela. Um caçador, companheiro, que cavalgava a seu lado, tocou seu queixo, levantou-o e e disse: “Olhe para o alto!” Ao começar a olhar para cima, ele recuperou seu equilíbrio. Ele estava olhando para as águas turbulentas que colocavam em perigo a sua vida,e, ao olhar para o alto, salvou-a.


Muitas vezes nos sentimos fracos, desanimados, prestes a desmaiar espiritualmente. As águas revoltosas de nossas fraquezas e frustrações nos fazem perder o equilíbrio e a sensação que temos é de que, a qualquer momento, iremos cair.


Mas é exatamente neste momento que precisamos ser fortes e, principalmente, olhar para cima. Do alto vem o nosso equilíbrio. Do alto vem o nosso fortalecimento espiritual.


Do alto vem as soluções para todos os nossos problemas. Do alto vem o sorriso e o afago de nosso melhor Amigo, o Senhor e Salvador Jesus Cristo. Ele nos estimula a seguir em frente, a ter fé e buscar vitórias, a viver plena e abundantemente.


Quando caminhamos de cabeça baixa, deixando que as adversidades nos desestimulem, desestabilizamo-nos emocionalmente, despedimos a esperança, sufocamos a fé.


Perdemos a visão dos Céus e contentamo-nos com o chão que se abre debaixo de nossos pés.
Levante seus olhos para cima!
Você vencerá!