quinta-feira, 5 de abril de 2012

Não fuja de Deus !


“Vem agora, pois, e eu te enviarei a Faraó, para que tires o meu povo, os filhos de Israel, do Egito.” (Êxodo 3:10)
Deus chamou José para sair de uma cisterna e ser a segunda maior autoridade no Egito. Com o testemunho deste humilde servo, José, o Nome do Senhor foi glorificado no meio dos egípcios. Porém, Deus não desejava que Seu povo habitasse no meio dos ímpios e fosse escravizado por eles. O Senhor prometera uma terra boa, lugar onde manaria leite e mel para Seus filhos (Êx 3:8).
A missão de libertar Israel da opressão egípcia fora dada a Moisés, um israelita criado pela filha de Faraó. Na época em que Deus chamou Moisés, ele vivia em Midiã, afastado de tudo e de todos. Ali, Moisés encontrou sua esposa Zípora e foi pastor de ovelhas do rebanho de Jetro, seu sogro e sacerdote daquela terra (Êx 2:11-22).
Moisés vivia bem ali. Ele desfrutava de paz e tranqüilidade cuidando das ovelhas. Tudo indica que ele não pretendia habitar entre os israelitas ou viver como eles – sob a opressão de Faraó.
Moisés sabia que Israel necessitava de ajuda. Ele havia deixado seus irmãos sofrendo. Fugira de sua responsabilidade. Será que ele não se preocupava com os planos de Deus para o seu povo? Quem sabe um pensamento lhe atormentava todas as noites: “O que será de meu povo?” ou “Eu não farei nada quanto ao sofrimento de meus irmãos?” Muitos são aqueles que, cientes de sua responsabilidade, procuram fugir dela. Sabemos que nossa família precisa de salvação. Todos os dias, quando saímos para trabalhar ou ir a algum lugar, nos encontramos com pessoas tremendamente necessitadas da vida nova com Cristo. E o que fazemos? Simplesmente ignoramos esta situação. Fingimos que nada está acontecendo e continuamos a viver nossos dias com indiferença e egoísmo. Só o que nos importa é o nosso bem estar!
Assim, Moisés estava vivendo feliz e seguro, mas, por outro lado, seu povo perecia sem que ninguém fizesse nada para mudar esta situação. Confessamos que somos imensamente gratos a Deus por Sua bondade e misericórdia. “As misericórdias do SENHOR são a causa de não sermos consumidos, porque as suas misericórdias não têm fim.” (Lm 3:22). Deus iria agitar um pouco a vida monótona de Moisés! Reconhecendo algo sobrenatural – uma sarça que estava no meio do fogo, sem se consumir – Moisés chegou a Horebe, o monte de Deus. Mal sabia ele que tudo começaria a mudar a partir daquele momento, quando ele entrou na presença do Senhor.
Você já parou para pensar como somos tão egoístas? Sempre que nos ajoelhamos para orar, o primeiro desejo do nosso coração é pedir as bênçãos que só Deus pode dar. Por vezes, imploramos para que Deus cure o nosso corpo, realize um sonho daqueles que pensamos ser impossível ou nos conceda algo terreno e corruptível. Quantas vezes você desejou, durante suas orações, ouvir o chamado de Deus? Você já orou pedindo que o Espírito Santo te mostrasse quais são suas responsabilidades como um filho de Deus e mensageiro do Senhor? Precisamos ser humildes e pedir: “Deus, abra meus olhos! Eu quero fazer o que está em Teu coração, aquilo que Tu queres que eu faça! Me ajude a cumprir com minhas responsabilidades, me ajude a Te agradar, a fazer além daquilo que penso ser o melhor que posso fazer para Ti.”
Quando Deus nos chama, Ele também nos capacita para a Sua boa obra. Veja que Moisés colocou objeções diante do chamado de Deus (Êx 3:11 e 13). Ele mesmo duvidou ou temeu um pouco quando soube que o Senhor o estava chamando para aquela missão fabulosa! Moisés se considerava inferior ou incapaz de fazer o que Deus desejava. Infelizmente, em nossos dias, as pessoas que recebem responsabilidades na obra do Senhor se consideram totalmente habilitadas e cheias da graça de Deus para fazer o trabalho do Senhor. Muitos são orgulhosos, não aceitam conselhos e nem mesmo buscam a vontade de Deus para si – fazem o que pensam estar correto. Como Deus pode tomar a frente de ministérios que são regidos pela vontade humana? Deus não quer levantar homens que já estão erguidos por seu próprio orgulho! O Senhor busca os humildes, Ele levanta aqueles que se esvaziam de si para O glorificar. Deus faz milagres na vida do homem. “Tirou-me de um lago horrível, de um charco de lodo; pôs os meus pés sobre uma rocha, firmou os meus passos;” (Sl 40:2)

Texto Estudos Cristãos