quinta-feira, 13 de outubro de 2016

Desafios da vida – Evangelismo Urbano

Muitas vezes evangelizamos e nos sentimos com a sensação de “Missão cumprida”. Pois bem, mas infelizmente nem sempre é assim.. As vezes terminamos o evangelismo e saímos frustrados e desanimados. Mas hoje vou escrever algo que vai te animar.
Como eu e todo mundo fala, “A palavra de Deus se renova a cada dia”. Lendo Mateus 21:28 em diante, fala sobre os dois filhos, o pai pergunta pro mais velho se ele pode trabalhar na plantação de uva e o filho mais velho responde que não quer ir, mas no fim ele vai. E para o filho mais novo ele faz a mesma pergunta e o filho responde, sim senhor, porém não vai.
E Jesus pergunta: Qual deles fez o que o pai queria e depois Ele diz que os cobradores de impostos e as prostitutas estão entrando no Reino de Deus antes de vocês. E Ele continua falando que João Batista veio pra mostrar o caminho certo e vocês não crera porém os cobradores e as prostitutas creram.
Fiquei refletindo neste texto e pensei: “Uauu quantas vezes falei de Jesus e as pessoas disseram "não quero ouvir" e depois encontrei elas na igreja”. Muitas vezes as pessoas me viraram as costas e eu obviamente ficava triste, porque eu queria falar do meu Jesus, e elas não dando a mínima. Quantos deles que foram evangelizados por mim e depois pensaram melhor e no decorrer da vida foram para alguma igreja.
Talvez você esta nesta mesma situação, falando de Cristo e recebendo “NÃO”, mas pensamento positivo, nenhuma palavra volta vazia, talvez a pessoa deu um não hoje, mas ela ouviu e talvez no silencio do quarto dela, ela pensa e pensa e lá o Espírito Santo começa agir e talvez ela possa dar um SIM para a próxima pessoa que for evangelizar. Então não desanima,  não desista de falar de Cristo, escolha semear, lembre-se dos filhos, um disse que não, mas depois se arrependeu e foi...

Agora uma reflexão para todos nós, quantos de nós, conhecemos a palavra de Deus, pedimos e cantamos “Usa-me”, falamos sim Senhor, e no fim não fazemos nada para Ele, como o filho mais novo, que disse SIM SENHOR e por fim, não foi trabalhar para seu pai.
Cuidado! Muitos são crentes, mas poucos Cristão.
Todo cristão é crente, todo cristão acredita em Cristo, mas nem sempre todo crente quer fazer parte do corpo de Cristo, muito menos sofrer por Ele, mas sofrer? Que negocio é esse de sofrer? Sofrer é sair do seu ambiente confortável, dar a cara pra bater, receber os NÃO que eu citei no inicio do post. Escolha ser a diferença! Escolha o caminho certo.
Como diz o texto, João Batista ensina o caminho certo, mas os cobradores e prostitutas tem entrado no Reino de Deus primeiro que você. Se arrependa e creia! Faça a vontade de Deus e não a sua!


Beijos fiquem com Deus!